quinta-feira, 27 de março de 2014

Atividade de Geografia 1º ano


ESCOLA CORONEL OTHON
PROFª LEANDRA PIANCO
TURMA  1º ANO   A               DISCIPLINA:GEOGRAFIA
ALUNO: ____________________________________________
____________________________________________________
 
 

I   ATIVIDADE AVALIATIVA - 
A GEOGRAFIA NA ERA DA INFORMAÇÃO

1º Analise a charge abaixo e relacione-a com a definição sobre rede social.
Rede social é uma estrutura social composta por pessoas ou organizações, conectadas por um ou vários tipos de relações, que partilham valores e objetivos comuns.


 
 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

fonte:   aiesec.blog.br/voce-sabe-o-que-e-phubbing/HYPERLINK "http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:GFRgjeF3L_IJ:aiesec.blog.br/voce-sabe-o-que-e-phubbing/+&cd=6&hl=pt-BR&ct=clnk&gl=br"

"05/10/2013 - É aquela velha história: você sai com os amigos para o bar e a conversa que antes rolava solta agora é silenciada pelo celular. É foto da comida, da bebida,  entre outros ... Mas é fato que toda essa conexão afeta nossas relações sociais.
- Disserte sobre a influência da tecnologia na sociabilidade.

______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________

 

3º O meio geográfico pode ser dividido em três períodos: meio natural, meio técnico e meio técnico-científico-informacional .Caracterize cada uma dessas etapas fazendo uma ligação com as imagens apresentadas abaixo e não esqueça de descrever cada uma dessas etapas.
 

Imagem 1

Imagem 2

Imagem 3
 

 

 

 

 

 

domingo, 20 de outubro de 2013

Produção de documentário das 8ªas séries A e B da Escola Natividade Saldanha


No endereço abaixo você encontra as diretrizes para digitar as questões sobre o seu documentário.
Cada questão deverá ter a resposta incluída no documentário, de fácil observação e entendimento.
O relatório com as questões deverá ser xerocado para todos os alunos da sua turma, pois a nota deste trabalho será individual ( média da nota obtida pela entrega do relatório respondido e da nota do trabalho apresentado). A data da pré-apresentação seguida da data da apresentação será discutida em breve na sala de aula.





QUESTÕES DO RELATÓRIO

https://docs.google.com/viewer?a=v&pid=sites&srcid=ZGVmYXVsdGRvbWFpbnxsZWFuZHJhcGlhbmNvfGd4OjMwMGIwNGQ2OGJlN2UwY2M


segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Vamos Filosofar ???

ATIVIDADE AVALIATIVA DE FILOSOFIA 
1º ANO 

     1-      Analisando a charge abaixo explique:




      A)     Existem vários modos de consciência. Que tipo de consciência está exposto na tirinha acima?


    B)      O que é esse tipo de consciência que você citou acima e como ela se desenvolve?


     2-      Que tipo de consciência está exposto nesta tirinha?




     A)     Consciência Religiosa
     B)      Consciência Intuitiva
     C)      Consciência Racional
     D)     Consciência Lógica
     E)      Consciência Real

     3-      Analisando a charge abaixo explique quais os problemas da realidade?


terça-feira, 10 de setembro de 2013

TRABALHO DE SOCIOLOGIA( 1º ANO) A SEREM APRESENTADOS NO DIA 11/09/2013


ESTRUTURA E ESTRATIFICAÇÃO SOCIAL


Estrutura social é o que define uma determinada sociedade. É através da estrutura social que conseguimos entender alguns fatores que compõem determinada sociedade, tais como os fatores históricos, políticos, econômicos, religiosos e culturais.
A existência da estratificação social em determinadas sociedades indica que há diferenças sociais na estrutura social dessa  sociedade. A estratificação social é a separação da sociedade em grupos, ou camadas ( dai o termo ‘estratificação’), sendo ela fruto de desigualdades sociais.
O sistema de castas na Índia e a sociedade estamental da Europa Medieval, constituem exemplos de sociedade estratificada.

1º Por que não há mobilidade social na sociedade de castas?
2º A posse do feudo definia o estamento na sociedade feudal, porém entre os proprietários de terra (feudo) havia também outro tipo de relação. Qual e como era essa relação?

A SOCIEDADE CAPITALISTA E AS CLASSES SOCIAIS


Utiliza-se o termo “classe” para designar certos grupos sociais existentes na sociedade capitalista. Sendo assim, as sociedades capitalistas caracterizam-se pela apropriação da riqueza gerada pela sociedade, através da propriedade e da renda, e da sua capacidade de consumo. 
A sociedade capitalista é a mais desigual se comparada a outros tipos. Uma minoria de pessoas se apropria de quase toda a riqueza produzida, expressa na renda, nas propriedades e também nos bens simbólicos expressos no acesso a educação e aos bens culturais como museus, livros, teatro, etc. a desigualdade pode ser observada na miséria de uns e riqueza de outros.
 O discurso produzido pelos que estão no topo da pirâmide social no capitalismo é de que todos têm as mesmas oportunidades de vencer e, portanto, de enriquecer. Este discurso é reproduzido incessantemente pelos mecanismos de poder e saber nas sociedades modernas para manter a dominação dos homens através de práticas políticas e econômicas de uma sociedade capitalista.

1º Quais são os elementos fundamentais para se pensar a questão da hierarquização nas sociedades contemporâneas?
2º O que você pensa sobre a frase: “Os capitalistas de hoje foram os trabalhadores de ontem e os trabalhadores de hoje serão so capitalistas de amanhã”? Ela tem fundamento na realidade social passada e atual?

AS DESIGUALDADES SOCIAIS NO BRASIL


Analisando as desigualdades sociais no Brasil percebe-se que, com a chegada dos portugueses elas se instalaram aqui e ficaram. Principais vítimas dessa desigualdade foram os índios e os negros.
No início do século XIX com a vinda dos imigrantes europeus para a lavoura cafeeira, muitos vieram em busca de trabalho e riquezas, com toda a família, mas encontraram foi muito trabalho e alguns sem remuneração.
A medida que a sociedade se desenvolve e surge a indústria e se urbaniza cria-se uma nova classe, o proletariado. Forma-se ainda outras atividades como: comerciantes, banqueiros, operários da construção civil, empregados domésticos, vendedores e ambulantes.
Atualmente com o avanço da tecnologia surge um novo problema, a desqualificação profissional, contribuindo para a desigualdade social, a fome e o desemprego.


1º O passado colonial brasileiro, que incluiu a escravidão, ainda é um dos elementos fundamentais para explicar as desigualdades entre brancos e negros no Brasil? Por quê?


2º Quais são os aspectos mais evidentes das desigualdades no Brasil, principalmente no local onde você vive?



Muda !!! que quando a gente muda o mundo muda com a gente!
A gente muda o mundo na mudança da mente,
E quando a mente muda a gente anda pra frente!
E quando a gente manda ninguém manda na gente!
Na mudança de atitude não há mal que não se mude nem doença sem cura!
Na mudança de postura a gente fica mais seguro,
Na mudança do presente a gente molda o futuro!

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

SOCIOLOGIA- 1º ANO

SEMINÁRIOS DE SOCIOLOGIA A SEREM APRESENTADOS NO DIA 04/09/2013


  • O TRABALHO
  • O TRABALHO NA SOCIEDADE CAPITALISTA
  • A QUESTÃO DO TRABALHO NO BRASIL



O TRABALHO






Ao falar de trabalho nas sociedades antigas e modernas, temos algumas características importantes a serem mencionadas entre elas. Nas sociedades antigas Greco-romanas, a atividade escrava era a base dessa sociedade. Apesar de visto como inferior, o escravo era o grande responsável pelo sustento econômico daquela sociedade. Diferentemente da sociedade feudal, em que a base da produção era o feudo do senhor e o indivíduo responsável por essa produção  de caráter basicamente agrícola era o servo. Finalmente a sociedade capitalista, onde a produção está vinculada ao burguês, que detém os meios de produção, e explora a força de trabalho do proletariado, que vende sua força de produção para sobreviver. Nesse momento podemos notar também, a diferença latente entre trabalho e emprego.

1º Explique a origem do termo ‘trabalho”.

2º Qual a diferença entre trabalho e emprego?





O TRABALHO NA SOCIEDADE MODERNA CAPITALISTA

Para entendermos as características do trabalho nas sociedades modernas, devemos primeiro observar como se constituía nas sociedades pré-modernas. Nas sociedades pré-modernas o trabalho não era o elemento central que orientava as relações sociais. Existiam outros fatores mais importantes definidos pela hereditariedade, religião, honra, lealdade ou posição social, que não eram definidas pelo cargo na produção econômica. Pelo contrário, o campo econômico e o trabalho eram desvalorizados, considerado algo penoso, torturante ou castigo. Nessas sociedades o trabalho está relacionado a obtenção apenas do necessário para manter o sistema funcionando, não existindo por isso a noção de lucro e nem preocupações em otimizar  as técnicas de produção. Com a ascensão do capitalismo a importância do trabalho foi aumentando e ele foi se deslocando para a posição central da vida das pessoas. Com a necessidade dos capitalistas de recrutar pessoas para trabalhar em suas fábricas, passou-se a difundir a ideologia de que o trabalho era algo positivo, bom para todos. Juntamente passou-se a acusar pessoas que não trabalhavam com termos pejorativos a fim de constrangê-los socialmente e forçá-los a trabalhar.

1º Explique com exemplos o que Marx chama de “mais-valia”.

2º Em que consistia o modelo Fordismo-Taylorismo?



A QUESTÃO DO TRABALHO NO BRASIL





A questão do trabalho no Brasil desde o início esteve ligada aos objetivos do capital internacional, o que fica evidente na carta de Caminha, em que se observa o relato do escrivão da esquadra relatando ao rei de Portugal que até então não se pode saber se havia aqui ouro ou prata, no momento da chegada dos portugueses quando vieram tomar posse das terras brasílicas. As primeiras décadas após a escravidão, o Brasil opta por ingressar os imigrantes na lavoura cafeeira em substituição aos escravos, resolvendo assim o problema da falta de mão de obra que se instalou com a abolição em 1888. No início do século XX com a crescente industrialização, verifica-se que parte dos trabalhadores se estabelece nas cidades nas indústrias nascentes e no pequeno comércio local, mas a concentração no campo ainda é bastante elevada. Nos últimos sessenta anos o Brasil observa o surgimento de várias formas de produção e a diversificação das opções de trabalho, porém nem sempre a busca por qualificação acompanha o crescimento dos postos de trabalho. Dois grandes problemas continuam a alarmar o cenário do trabalho no Brasil: a informalidade e o desemprego.

1º Explique o que você entende por trabalho informal.
2º Como o desemprego afetou e ainda afeta os trabalhadores do campo e das fábricas nos últimos anos?

sábado, 17 de agosto de 2013

A ERA NAPOLEÔNICA

ATIVIDADE À DISTÂNCIA
 - 8º ANO 


1º Leia com atenção o texto abaixo e depois responda as questões abaixo:

As conquistas de Napoleão na Europa

            Ao assumir o governo, Napoleão tentou estabelecer uma trégua internacional. Seu objetivo era conquistar estabilidade para fazer as reformas internas em seu país. Assim, após derrotar os austríacos, assinou acordo de paz com a Inglaterra, em 1802.

            A estabilidade não durou muito. Em 1803, Inglaterra, Áustria, Prússia e Rússia uniram-se em uma coligação para declarar guerra à França. Preocupavam os países europeus a concentração de poderes por Napoleão e o sucesso que ele obtinha na reorganização do país.

            Durante as guerras, o exército francês se mostrou imbatível. A maior dificuldade de Napoleão, porém, era vencer a Inglaterra, isolada pelo mar e protegida pela mais poderosa frota marítima do mundo.  Napoleão resolveu invadir aquele país. Mas sua frota marítima acabou destruída pelos ingleses na Batalha de Trafalgar, no litoral da Espanha. O imperador francês voltou-se então para a Europa Central: derrotou a Prússia, tomou a Península Itálica e isolou a Áustria.

            Em 1806, convencido de que era preciso minar a economia inglesa para vencer, Napoleão decretou o Bloqueio Continental. Os países da Europa ficaram proibidos de comercializar com os ingleses; aqueles que desobedecessem teriam seu território ocupado. A Inglaterra, em resposta, passou a dificultar ainda mais o contato entre os países europeus e suas colônias ultramarinas.
  
 RESPONDA:


a) O assunto mais importante do primeiro parágrafo é?
(    ) As consequências das vitórias de Napoleão.
(    ) Os objetivos de Napoleão.
(    ) As causas das conquistas de Napoleão.

b) Identifique qual era o país que apresentava maior dificuldade para ser dominado por Napoleão e os motivos dessa dificuldade.
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

c) Explique o objetivo da adoção do Bloqueio Continental e como ele funcionava.
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

d) Por que a família real portuguesa fugiu para o Brasil ?
_______________________________________________________________________________________

e) Como foi a campanha de Napoleão na Rússia?

____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

domingo, 26 de maio de 2013

Movimento Iluminista

Atividade Iluminismo 

(8 ano)

As luzes da razão

No texto a seguir, o escritor Jostein Gaarder apresenta a justificativa para o nome do movimento “iluminista”.

“[...] A maioria dos filósofos do iluminismo tinha uma crença inabalável na razão humana. Isto era algo tão evidente que muitos chamam o período do iluminismo francês simplesmente de ‘racionalismo’. A nova ciência natural deixara claro que tudo na natureza era racional. Assim, os filósofos iluministas consideravam sua tarefa criar um alicerce para a moral, a ética e a religião que estivesse em sintonia com a razão imutável do homem. [...] Dizia-se, então, que era chegado o momento de ‘iluminar’ as amplas camadas da população, ou seja, de esclarece-las. [...] Entre o povo, porém, imperavam a incerteza e a superstição. Por isso, dedicou-se especial atenção à educação.[...] Os filósofos iluministas diziam que somente quando a razão e o conhecimento se tivessem difundido entre todos é que a humanidade faria grandes progressos. Era apenas uma questão de tempo para que desaparecessem a irracionalidade e a ignorância e surgisse uma humanidade iluminada, esclarecida.[...]
Os filósofos iluministas franceses não se contentaram apenas com as concepções teóricas sobre o lugar do homem na sociedade. Eles lutaram ativamente por aquilo que chamaram de ‘direitos naturais’ dos cidadãos. Tratava-se sobretudo de uma luta contra a censura, ou seja, pela liberdade de imprensa. No que respeita à religião, à moral e à política, o indivíduo precisava ter assegurado o seu direito à liberdade de pensamento e de expressão de seus pontos de vista. Além disso, lutou-se contra a escravidão e por um tratamento mais humano dos infratores das leis.”

GAARDER, Jostein. O mundo de Sofia. São Paulo: Companhia das Letras, 1998, p.338 e 340.

Responda:

  1. Que palavra pode ser considerada sinônimo de luz, ou de iluminação, de acordo com o pensamento iluminista?
  2. O movimento iluminista era otimista ou pessimista com relação ao futuro da humanidade? Copie do texto um trecho que justifique a sua resposta.
  3. Cite algumas práticas decorrentes das teorias iluministas.
  4. Quais os principais direitos naturais do homem, segundo a visão iluminista.